Comportamento x Legado: O que você está semeando?

Líderes são essenciais nas organizações, mas apenas os excelentes líderes mantêm  essa posição. O líder comum tem um papel fundamental: gerar resultados. O líder com  excelência tem este mesmo papel, porém, ele entende que a entrega de resultados é  consequência do bom engajamento de seus liderados.  

Seu objetivo é baseado em desenvolver e cuidar do indivíduo e ao mesmo tempo de  sua equipe. Na prática está lado a lado do colaborador não em uma “caixinha acima”  como nos organogramas corporativos tradicionais. 

As pessoas em sua equipe não são apenas um “ID” ou “CPF”, elas são fundamentais  para que o trabalho confiado a este cargo seja executado da melhor forma possível.  

Para a construção de seu legado sua imagem na empresa deve ser de respeito e  admiração pelo exemplo de seus comportamentos, não pelo medo ou obrigação. 

Compartilhamos com você 5 comportamentos fundamentais para a liderança excepcional: 

1- Conectar-se com a equipe:

O líder deve estabelecer conexão por meio de relações mais empáticas tendo uma escuta ativa, não para saber  de tudo o que acontece na empresa ou na vida pessoal do colaborador, mas  para entender como ele pensa e se sente nas situações do cotidiano. Muito  além de escutar, é preciso pensar em ações para a resolução dos problemas  apontados. 

2- Reconhecer as falhas:

É natural do ser humano não querer errar,  principalmente no ambiente corporativo, porém todos são passíveis de erros.  Já dizia Albert Einstein:

O único homem que está isento de erros é aquele que  não arrisca acertar”.

Reconhecer as suas falhas para a sua equipe não só transmite a imagem de transparência e honestidade, mas trás a tranquilidade para que o colaborador se sinta à vontade para relatar algum erro assim que o comete, possibilitando correções ágeis e evitando problemas futuros, fortalecendo a confiança no trabalho como um todo. 

3- Saber delegar:

O Líder excepcional sabe das fortalezas de cada membro de sua  equipe, podendo assim delegar as tarefas de acordo o perfil e conhecimentos  do colaborador. Ao realizar a distribuição de tarefas, certifique-se de todos tenham as informações necessárias para executá-las. Treinamentos constantes,  atualizações dos processos e das atividades propostas devem ser realizados  para garantir a qualidade e entrega adequada. Descentralize as tarefas, você  precisa de mais tempo trabalhando com estratégia e acompanhamento do seu  time do que com atividades operacionais. Esse comportamento transmite  confiança no trabalho e na capacidade dos colaboradores.. 

4- Motivar diariamente:

Zig Ziglar, escritor e orador motivacional americano dizia:

“As pessoas costumam dizer que a motivação não dura sempre. Bem, nem o efeito do banho, por isso recomenda-se diariamente”.

A motivação é muito  singular e varia de colaborador para colaborador. O líder deve trabalhar seu  feeling, buscando entender os membros da equipe e formas de motivação  individuais e coletivas. 

5- Identificar futuros líderes:

O Líder excepcional desenvolve nas pessoas as competências fundamentais para alcançarem um cargo de comando na  empresa. O crescimento é um ciclo, se você tiver a oportunidade de assumir  um novo papel dentro ou fora da organização precisará de liderados aptos para  dar sequência em seu legado. Você deverá identificar em sua equipe alguns  colaboradores para que sejam desenvolvidos com diversas técnicas como  coaching, programas mais focados na liderança e feedbacks regulares  acompanhando esse desenvolvimento.

Deixe seu legado 

Muitos se tornam líderes por desempenharem bem o papel técnico, ter a expertise em  determinada área ou assunto e na maioria das vezes não são preparados para assumir esse papel. O legado que um líder pode deixar para sua equipe sempre será pelo exemplo e conduta profissional, refletidos em seus comportamentos e valores como: ética e respeito. Estando na empresa ou não, você será lembrado pela história que construir e o seu legado só será possível se investir nas pessoas.  

E então, o que você está semeando?

2 thoughts to “Comportamento x Legado: O que você está semeando?”

  1. Qual a marca que queremos deixar no mundo? O que faz a vida valer a pena? São questões que devem ser pensadas se queremos deixar algum legado.

Deixe uma resposta para Lucas Plaza Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *